Histórico

Penaforte foi fundado em 31 de outubro de 1958, com território desmembrado do município de Jati.

Histórico O município de Penaforte inicialmente denominou-se de Baixio do Couro, mais tarde, chamou-se Presidente Vargas e finalmente recebeu o nome de Penaforte, em homenagem ao ilustre filho de Jardim, o Cônego Raimundo Ulisses Penaforte. Era este, figura destacada do clero cearense, jornalista, orador primoroso, autor de vários trabalhos de real mérito sobre assuntos religiosos, filosóficos e históricos, além de pertencer a inúmeras associações culturais brasileiras e estrangeiras. O município de Penaforte foi desmembrado do de Jati, que também fizera parte do território de Jardim. Seu povoamento está ligado ao intercâmbio entre Pernambuco e Ceará, graças à sua posição fronteiriça e de parada para muitos viajantes que enfrentavam as poeirentes estradas em busca do Cariri cearense. Dentre as famílias dos primeiros povoadores destacam-se os Matias, Ângelo, Leite e Ferreira. Penaforte é o município mais meridional do Estado do Ceará. Gentílico: peanafortense

Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Penaforte ex-povoado, pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, subordinado ao município de Jati. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Penaforte figura no município de Jati. Elevado à categoria de município com a denominação de Penaforte, pela lei estadual nº 4224, de 31-10-1958, desmembrado de Jati. Sede no antigo distrito de Penaforte. Constituído do distrito sede. Instalado em 03-03-1959. Em divisão territorial datada de 1-VI-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1999. Pela lei nº , de , é criado o distrito de Juá e anexado ao município de Penaforte.

Pela lei nº , de , é criado o distrito de Santo André e anexado e ao

município de Penaforte. Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 3 distritos: Penaforte, Juá e Santo André.

Penaforte é o município mais meridional do Estado do Ceará

Voltar ao topo